‘One’ do U2 é comprovada cientificamente como a mais eficaz para crianças dormirem

Uma das canções mais icônicas do U2 foi apontada como a música ideal para os pais usarem quando tentam fazer as crianças dormirem.

Lançada em fevereiro de 1992, One liderou as paradas de singles da Irlanda e aparece regularmente em listas das melhores canções da história desde então.

No entanto, se você tocar para uma criança pequena, as chances são de que elas caiam no sono. Isso está de acordo com uma nova pesquisa realizada pela especialista em camas infantis Cuckooland.

Pesquisadores da Universidade de Durham analisaram dados do Spotify vinculados a cerca de 4.500 músicas que aparecem regularmente em playlists de ninar criadas no serviço de streaming de música.

Ao fazer isso, eles foram capazes de calcular as batidas médias por minuto (BPM), as assinaturas mais comuns de chave e tempo, criando efetivamente a fórmula perfeita para uma canção de ninar.

Annaliese Grimaud, pesquisadora do Laboratório de Música e Ciência da Universidade de Durham, disse: “A função de uma canção de ninar é acalmar um bebê e colocá-lo para dormir; portanto, características comuns que esperaríamos ver nas canções de ninar seriam: um ritmo lento, dinâmica relativamente silenciosa, padrão de ritmo simples – potencialmente um que imita um movimento de balanço – uma melodia simples que é mais fácil de memorizar e mais fácil de cantar, previsibilidade alcançada por frases e versos repetitivos e um tom agudo devido às conotações de que mães / mulheres costumam cantar canções de ninar”.

O estudo concluiu que “One” do U2 contém todas as propriedades da “canção de ninar perfeita”.

Tudo isso contrasta grande parte do significado por trás da faixa, que é tudo menos idílica.
Bono explicou uma vez: “É uma música sobre união, mas não é a velha ideia hippie de ‘Vamos todos viver juntos’. Na verdade, é o contrário: está dizendo: Somos um, mas não somos iguais. Não está dizendo que queremos nos dar bem, mas que precisamos nos dar bem neste mundo para sobreviver. É um lembrete de que não temos escolha”.

Enquanto isso, The Edge descreveu como uma “conversa amarga, distorcida e ácida entre duas pessoas que passaram por coisas pesadas e desagradáveis”.
Então, não é exatamente o material  perfeito para crianças ninarem haha.

Do site The Irish Post

Guilherme Silva

Guilherme Silva

Sou fã de U2 desde que me conheço por gente. Sempre foi minha banda preferida e até hoje não mudou. Amo muito todas as fases da banda, principalmente os anos 90 e 00s. Minha música favorita é Moment Of Surrender!

Você também pode gostar ...